Live action

kenshinOla meus caros hoje trago os live actions, que nada mais são do que criações passadas de uma mídia a outra, por exemplo de Animes(desenhos) para interpretação humana como é o caso dos exemplos que irei lhes apresentar.

O primeiro live action que deixo abaixo é do anime Naruto, onde os atores caracterizados fielmente, e com efeitos bem feitos para uma produção independente, conseguiram trazer uma fotografia belíssima, com enquadramentos que seguem a base do Anime, alem de coreografias bem ensaiadas muito bem sincronizadas aos efeitos e trilha do próprio Anime. Ele demonstra muito do que pode ser feito e vai alem de muitas produções profissionais que vemos nas grandes telas.

Naruto Live Action

O segundo que vos trago é em cima do Anime Dragon Ball Z com caracterizações menos convincentes, mas mesmo assim muito boas para alguns persongens o pequeno video conseguiu superar em muito o filme oficial Americano que foi para o cinema.

Nes curta eles conseguem aplicar os efeitos especiais do universo de  Dragon ball, mantendo a fidelidade a história e ao modo de lutas que foram feitos no anime.

Dragon Ball

O ultimo que trago é uma produção profissional, que foi aos cinemas do Japão ano passado, com coreografias marcantes e uma fotografia extraordinaria, o longa conseguiu trazer a ambientação do Japão feudal com perfeição. O filme tem lá seus cliches, mas faz parte do tipo de narrativa do anime o que não estraga nenhum pouco todo o seu potencial. Se você comparar esta obra com os outros Live actions verá que todos foram feitos com muito carinho e respeito a séries, são obras de fans para fans, e mesmo assim agradam até mesmo aqueles que desconhecem os animes nos quais foram inspiradas. Assim como as Web series o live actions tem trazido muito material de qualidade e oportunidade de divulgar trabalhos independentes com profissionalismo.

Rurouni kenshin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>